Sectores de Infra-estruturas

  • PDF
Indíce do artigo
Sectores de Infra-estruturas
Construção
Urbanismo
Telecomunicações e Tecnologias de Informação
Transportes
Todas as páginas

Energia e Águas

Pontos Fortes

  • Produção eléctrica da central de ciclo combinado do Soyo a partir de 2015;
  • Esforço em curso na Província no sentido de melhorar a infra-estruturação de energia e águas;
  • Instalação de contadores eléctricos pré-pagos;
  • Potencial hídrico da Província;
  • Potencial para produção de energias renováveis.

Pontos Fracos

  • Deficiências ao nível das infra-estruturas de distribuição de energia e águas;
  • Cobrança parcial da água facturada;
  • Elevados custos de produção, transporte e distribuição de energia;
  • Problemas estruturais para a distribuição de energia e água nos musseques;
  • A dispersão e a baixa densidade populacional nos municípios do Icolo e Bengo, e em especial da Quiçama, restringem o leque de soluções energéticas;
  • Pouca participação do GPL na gestão da distribuição de energia e águas.

Oportunidades

  • Interesse de investidores privados pelo sector de energia.

Ameaças

  • Prevalência de maus hábitos da população de desviar energia e águas, com o consequente não pagamento dos serviços prestados.



Voltar